Liderança Horizontal na Era Coaching

Em meu artigo publicado pela Revista Fatec Sebrae em Debate: Gestão, Tecnologias e Negócios (v.2 n.3 2015) tema “Liderança Horizontal” falei da diferença entre Chefe que age na vertical, representado por uma escada onde sobe degrau por degrau passando por cima das pessoas e quando chega no topo diz “eu”, impõe medo, totalmente centralizador, não delega, entre outras características e Líder que age na horizontal, representado por escada deitada, aquele que participa, que agrega, que orienta seus liderados, entre outras características, que diz “nós” no lugar de “eu”. Comentei dos diferentes estilos do Líder: autocrático, democrático e livre e, que o Líder ideal é o que utiliza cada estilo de acordo com a situação/necessidade.

 

Tem se comentado que estamos na era Coaching onde as Empresas estão apostando cada vez mais no Líder Coach focado no desenvolvimento dos seus liderados. O Líder que age na Horizontal tem as características necessárias, precisa apenas acrescentar ou reforçar em seu processo com maior evidência o papel de desenvolver pessoas, gerando e trazendo mais resultados para Organização.

Diante de um cenário contemporâneo cada vez mais exigente e de mudanças onde o aprendizado contínuo passa a ser de extrema necessidade e importância para o desenvolvimento das pessoas e organização, é necessário uma ferramenta que esta sendo muito utilizada “o processo de coaching” para uma liderança eficaz capaz de proporcionar mudanças significativas dentro da equipe, podemos considerar como facilitador algumas etapas dentro do processo, a primeira é o contrato de confiança junto ao liderado, ou seja, estabelecer uma relação de confiança e principalmente conhecer as características e rotinas que o liderado desempenha no dia a dia, a segunda é proporcionar ao liderado através de perguntas onde se quer chegar, se os objetivos estão alinhados com a missão e visão da Organização, a terceira identificar/despertar as competências necessárias para atuação, não esquecendo de valorizar as competências boas que já tem, reforça-las cada vez mais, a quarta preparar um plano de ação com as expectativas a serem alcançadas, a quinta monitorar todo o processo, acompanhar de perto as mudanças, não esquecer de parabenizar cada conquista alcançada.

Durante o processo uma das características do Líder é ter “escuta ativa” onde se valoriza os liderados, compreende seus pontos de vista e as suas emoções, fator fundamental e necessário dentro do processo de Coaching. Tive a oportunidade de conhecer uma dinâmica onde são formadas duplas e, cada um da dupla deve falar durante 03 minutos temas livres e o parceiro deve ouvir sem responder nada, sem comentar nada, sem esboçar reação, sem dar palpite e, depois são invertidos os papéis, conclusão, ao final da dinâmica fica evidente que é difícil ficar só ouvindo passivamente, pois no dia a dia temos o vicio de não deixar a outra pessoa falar e, concluir a fala, ficamos interrompendo o tempo todo. É uma dinâmica necessária para se conhecer melhor, diante desta situação treine e treine, passe a ouvir mais, ouça mais seus liderados durante todo o processo de coaching.

 

Algumas das vantagens para os liderados após o uso desta ferramenta: aumento de empregabilidade, autoestima, autoconfiança para superar os obstáculos que surgirem em seu caminho.

Agregue o papel de Coach diante dos seus liderados, lembrando sempre que a maior riqueza esta no trabalho em equipe, na parceria, onde o crescimento é de todos.

O tema não esgota aqui, existe vasta bibliografia/ferramentas dentro do processo, apenas deixo um pedaço de uma pratica que tem sido muito utilizada nos processos de desenvolvimento nas Organizações, e reforçar que a característica principal do Líder Coach é proporcionar um ambiente de aprendizagem, compartilhando e respeitando opiniões dos seus liderados durante todo o processo.

E que diante das necessidades e expectativas do mundo contemporâneo o Líder tem que formar mini líderes, passando a agir de uma forma mais estratégica em prol da área e Organização.

Aja na horizontal, deixe uma marca positiva, onde todos possam lembrar um dia, aquele Líder me proporcionou momentos de aprendizados, me fez despertar a necessidade da busca do autoconhecimento, de despertar o interesse de ser melhor a cada dia, de poder sentir e fazer parte do grupo e processo.

Por Claudio Luvi